AD Belém SP Missões

Missão Ide: AD Belém engaja setores na tarefa da evangelização

Ceifeiros em Chamas estruturou a Missão Ide para fortalecer o engajamento dos setores no evangelismo e discipulado

No dia 30 de abril o Presidente do Ministério do Belém em São Paulo, pastor José Wellington Bezerra da Costa reuniu os pastores setoriais no Templo novo para divulgar a Missão Ide. O objetivo é que haja maior engajamento dos membros assembleianos com a evangelização e o discipulado, com práticas e ferramentas capazes de levar as boas novas para a sociedade contemporânea. Coube ao Órgão Ceifeiros em Chamas estruturar a Missão Ide e torná-la acessível com linguagem simples capaz de ser entendida por todos, desde uma criança até um idoso.

Estrutura

            A Missão Ide é sustentada pelo tripé: preparação, ação e consolidação.Somente desse modo poderemos acatar a ordem de Jesus e dar sequência a parte que compete a nós enquanto igreja na tarefa inacabada de fazer missões:

Preparação

            A primeira etapa do processo é a do preparo. Um crente despreparado não pode sair à evangelização, a Bíblia diz que a luta não é carnal, mas espiritual. Por isso, o crente assembleiano precisa se preparar para sair ao campo da evangelização. Sugerimos duas áreas de atuação:

Oração e Jejum – Cada Setor deverá criar um relógio de oração 24 horas onde cada crente escolherá a hora e o lugar para se dedicar a oração, buscando em Deus a preparação e a quebra de barreiras que impedem a evangelização. De igual modo, deverá ser criada uma agenda para a prática do Jejum. Cada Setor ou congregação terá um responsável pelo grupo, coordenado pelo pastor setorial ou responsável por missões.

Ação

            A segunda etapa é o envio, a ação no campo da evangelização. Sair das quatro paredes e ir a campo para encontrar as almas perdidas. Esse trabalho pode ser presencial ou virtual, dependendo das restrições impostas por pandemias, por exemplo. Será denominado evangelismo total, onde os grupos sairão para evangelizar sete dias por semana e o objetivo é conquistar pelo menos uma vida por dia para Jesus. Cada congregação fará o evangelismo em seu entorno. Serão os Ceifeiros de Cristo.

Entrega de folhetos – O famosa evangelismo boca a boca tão eficiente que o crente assembleiano sabe fazer como ninguém. Cada Setor disponibilizará os materiais necessários para a evangelização. O Ceifeiros em Chamas dispõe de material para evangelismo à pronta entrega. Interessados devem agendar e retirar com o presbítero Alex (cel. 11 9 9019-7269), mediante uma pequena oferta para o órgão.

Cultos ao ar livre – É outra prática já conhecida e um modo de envolver a igreja. Cultos com a participação de banda/orquestra para chamar a atenção do povo e conjuntos musicais de adolescentes e mocidade também auxiliam na transmissão da mensagem. Esses cultos podem ser semanais. Também serão programadas cruzadas evangelísticas em cada Setor, com o auxílio de caminhão de som (se houver disponibilidade) e divulgação em massa na área.

Mapeamento da região – Temos casos de sucesso, como, por exemplo, do Setor 15, Vila Nhocuné, São Paulo/SP, onde os irmãos postaram cartas nas caixas de correio em todas as casas do bairro (no entorno de cada congregação), sugerindo oração e visita com um número de Whatsapp para o morador se comunicar. Após o primeiro contato, uma equipe de visita se dirige mediante agendamento prévio para esse lar e realiza um culto com convite para os moradores e convidados aceitarem Jesus como Salvador. Os resultados são excelentes. O investimento deverá ser feito por cada Setor ou congregação que assumir esse trabalho.

Evangelismo solidário – A sugestão aqui é para que a igreja promova eventos sociais com a doação de cestas de alimentos e roupas além, é claro de levar o evangelho.

Evangelismo virtual – Em tempos de distanciamento, se faz necessário também atuarmos de modo virtual através das redes sociais. O crente deve aprender e atuar nessa área, postando mensagens evangelísticas, convites para cultos, e mensagens do Evangelho para a sua rede de contatos. A ferramenta do WhatsApp mais uma vez é aliada para fazer chamadas de vídeo para oração e evangelismo.

Consolidação

            A terceira e última etapa do processo é a consolidação, ou seja, a manutenção da vida salva por Jesus dentro da instituição. Isso se dará através de um programa de discipulado.

Discipulado – A prática do discipulado sempre esteve presente na história da AD no Brasil. Mas é provável que hoje, em algumas das mais de 2.500 igrejas do Ministério do Belém não tenha a classe do discipulado, a qual é responsável pelo ensino do crente novo convertido. A igreja que não tem, deverá criar esta sala. A igreja que possui, deve observar se a classe do discipulado precisa de melhorias bem como dia e horário para funcionar de acordo com a necessidade dos alunos. O conteúdo programático será impreterivelmente as lições de Discipulado I e II da editora CPAD, com 26 lições no total e duração de seis meses, com direito a certificado. O discipulador deve acompanhar o aluno até que o memo esteja pronto para o batismo em águas; mas haverá concessões do candidato se batizar antes dependendo de sua maturidade na fé cristã. Após o batismo em águas, o novo crente deverá ser acompanhado de perto, através de uma mentoria espiritual, por um crente mais maduro definido a cada necessidade, até que ele chegue à estatura da maturidade espiritual.

            O Ceifeiros em Chamas, órgão de conscientização missionária exercerá o seu papel na conscientização de missões através das redes sociais (Instagram, Facebook, Twiter, Youtube e do jornal Ceifeiros) e de seu site, além de difundir nas igrejas essa tarefa tão importante deixada por Jesus: O ide. O Ceifeiros em Chamas também contribuirá nesse processo oferecendo cursos de discipulado e de rudimentos de nossas doutrinas, através do livro Declaração de Fé das Assembleias de Deus, da CPAD, organizado pela CGADB.

Ceifeiros

Órgão de conscientização missionária e de comunicação da Confradesp.